Vesícula

O procedimento

A vesícula biliar é um órgão localizado no abdômen, a direita e abaixo do fígado, ao lado do estômago. A função da vesícula biliar é armazenar e concentrar a bile, que é produzida no fígado, e ajuda na digestão dos alimentos principalmente as gorduras. O cálculo na vesícula, colelitíase ou pedra na vesícula é encontrado em cerca de 10% das pessoas.

Formação de pedra na vesícula

A bile é produzida no fígado e eliminada no intestino. A bile ajuda na digestão de alimentos gordurosos. Ela contém várias substâncias, como colesterol e pigmentos. Quando algumas dessas substâncias aumentam sua quantidade na bile, elas podem se depositar na vesícula. Com o passar dos meses e anos, estes depósitos se unem e formam pedras (cálculos).

Sintomas

  • Dor abdominal no lado direito do abdômen ou no estômago, geralmente tipo cólica.
  • Náuseas (enjoos) e vômitos
  • Desconforto abdominal
  • Amarelão (icterícia)
  • A maioria das pessoas não tem nenhum sintoma e o achado de pedra na vesícula é incidental.

Complicações da pedra na vesícula

Além da dor, o cálculo pode ocasionar a inflamação da vesícula, que é uma situação que requer tratamento de urgência. A inflamação é geralmente causada pelas pedras grandes, que obstruem a saída da vesícula. Outra complicação é a pancreatite aguda que pode ser leve ou grave, e frequentemente é causada pelas pedras pequenas.

Diagnóstico

O melhor exame é a ultrassonografia ou ecografia.

Tratamento

A única forma de tratamento é a retirada da vesícula (colecistectomia). Outros tratamentos, como litotripsia (quebrar a pedra), medicamentos para dissolver a pedra e a retirada somente das pedras não funcionam, e não devem ser usados, pois, só atrasam o tratamento correto.

Cirurgia da Vesícula

A cirurgia da vesícula é feita por videolaparoscopia (cirurgia dos furinhos), sendo 4 pequenas incisões de no máximo 1 cm cada, sem a necessidade de se realizar um corte. Na cirurgia é retirada a vesícula com as pedras.

Vantagens da retirada da vesícula por videolaparoscopia

  • Recuperação rápida: internamento de 1 dia, retorno ao trabalho e suas atividades em torno de 1 semana
  • Resolução completa e definitiva da doença
  • Pouca dor pós-operatório
  • Cicatriz cirúrgica mínima

Alimentação após a retirada da vesícula

Não é necessário modificar a dieta após a operação, porque a vesícula tem função pouco importante no organismo, que é armazenar bile. A produção da bile pelo fígado continua normal após a retirada da vesícula. Não existe nenhuma sequela ou consequência para o organismo após a retirada da vesícula.

Deixe seu depoimento
em nossas redes sociais

Mensagem recebida, em breve entraremos em contato

3 + 6 =