Início » Tratamentos para obesidade » Cirurgia Robótica

Cirurgia Robótica

O procedimento

Essa tecnologia para cirurgia bariátrica está presente no Hospital Nossa Senhora das Graças e o Dr. Giorgio já realizou seu treinamento e credenciamento nos Estados Unidos, em Orlando, no Florida Hospital.

Os avanços na área cirúrgica caminham de acordo com a evolução tecnológica. Inovações como a cirurgia robótica potencializam a atuação do médico, beneficiando diretamente o paciente. A cirurgia aberta não possui tecnologia envolvida e a laparoscopia possui algumas limitações, como a impossibilidade de aproximar a imagem (zoom) e a rigidez da pinça.

Na robótica, o médico tem, por meio do console, a possibilidade de simular o movimento do punho com as pinças e a visão de 360 graus e 3D com a câmera. Com isso o cirurgião opera com uma visão muito melhor e os movimentos dos instrumentais cirúrgicos não são rígidos, mas sim simulam o do punho do cirurgião, com angulação e rotação ainda melhores, com toda flexibilidade e destreza, levando a suturas (costuras) e movimentos mais finos e perfeitos.

A cirurgia robótica, na verdade, é uma cirurgia videolaparoscópica, onde as pinças são controladas pelos braços do robô. O robô está conectado a um console, que é manuseado pelo cirurgião que comanda os braços robóticos. A execução de todos os movimentos e a realização de todo o procedimento é feita pelo cirurgião. No campo cirúrgico fica também um cirurgião e um enfermeiro.

Possíveis benefícios da cirurgia robótica:

  • Mais precisão nas cirurgias em locais de difícil acesso, como nas regiões de pelve, diafragma e saída do esôfago.
  • Melhor ergonomia. O cirurgião fica sentado em posição confortável, o que ajuda nas cirurgias longas.
  • Mais intuitivo. O robô reproduz movimentos similares aos do cirurgião. Na laparoscopia convencional, o mecanismo de movimentação dos instrumentos cirúrgicos é inverso. O cirurgião movimenta os dedos para a esquerda e a pinça se move para a direita.
  • Visão tridimensional para os cirurgiões
  • O sistema da Vinci foi programado para ignorar os tremores da mão do médico e manter o braço mecânico estável.

Habilitação e especialização em Cirurgia Robótica

Diferente do que muitos podem pensar ao ouvirem o termo “cirurgia robótica”, este tipo de procedimento exige um profissional habilitado para sua realização. Dessa forma o robô não deve e não pode trabalhar sozinho, necessitando do comando de um cirurgião e uma equipe apta para isso.

O médico deve ter, obrigatoriamente, o Registro de Qualificação de Especialista no Conselho Regional de Medicina na área cirúrgica que esteja relacionada com o procedimento. E também um treinamento específico em cirurgia robótica durante sua residência médica ou capacitação específica para realização desse tipo de processo.

Lembrando que na atuação de cirurgia robótica na Clínica Dr. Giorgio Baretta, toda a equipe possui certificação em cirurgia robótica!

Deixe seu depoimento
em nossas redes sociais

Mensagem recebida, em breve entraremos em contato

10 + 6 =